Usar concreto usinado na construção de casas residenciais tornou-se comum e as vantagens são enormes. Nas várias etapas da construção seu uso é muito eficiente, sua aplicação pode ser na concretagem da laje da casa, alicerces, baldrame, colunas, entre outros.

Razões para o uso do concreto usinado

A concretagem da laje de uma casa precisa ser feita de uma única vez e com isto não é preciso dizer que qualquer método que torne o processo mais rápido é muito bem-vindo. Imagine uma casa de 150 m/2 a quantidade de concreto que precisaria ser feito para realizar todo o trabalho?

Portanto, o concreto usinado é muito usado para concretar laje exatamente pelo fato dele vir pronto no caminhão, bastando a aplicação dele. Com isso ganha-se tempo e permite que em apenas algumas horas, toda a laje de uma casa fique pronta.

Outra razão é o fato de que ele é de melhor qualidade e mais consistente do que o concreto feito na betoneira. O concreto usinado recebe aditivos e tem controle de produção que ajusta a umidade certa e outros processos.

Calculo da quantidade

Mas como saber qual a quantidade de concreto devo comprar para a laje de uma casa? Bem, existe um cálculo que a Cimec já faz, com isto basta você informar a metragem da laje e a finalidade do concreto que calculamos e mandamos a quantidade certa.

Contudo o cálculo é muito simples, pois o concreto é vendido em m/3 (metros cúbicos), desta forma basta aplicar esta fórmula: Comprimento x altura x largura.

Exemplo: 15 x 8 x 0,12 = 14,4

Ou seja, você considera a largura (15 metros), o comprimento (8 metros) e a altura (12 centímetros) e ai terá a quantidade em metros cúbicos, que no exemplo deu 14,4 m/3.

Custo da bomba

No caso de concreto para a laje existe ainda mais um custo que é o da bomba, afinal mandar o concreto do caminhão para a laje requer uma máquina para bombear o concreto. O custo é contado junto com o custo do concreto, aqui mesmo na Cimec.

Mas será que não vale mais a pena fazer o concreto na própria obra do que comprar ele pronto?

Financeiramente pode ate ser verdadeiro, isto porque, muitos podem usar um cimento mais barato ou ter areia e pedra a custos muito baixo, contudo e como já citado acima, penso que não á apenas o custo financeiro imediato que deve ser analisado. Considere ainda o seguinte:

  • Custos dos materiais como cimento, pedra, areia, água e outros;
  • Custo da mão de obra não só para fazer o concreto, mas para levar este concreto até a laje;
  • Custo operacional para compra, pesquisa de preços dos materiais e outros;
  • Tempo que se perde para fazer o concreto e a respectiva concretagem na mão;
  • Qualidade final deste concreto, uma vez que dificilmente você vai conseguir deixá-lo uniforme. Quando você tiver terminando de concretar a laje, a primeira parte que fez já estará quase seca.

Enfim, há muitas razões para o uso do concreto usinado, visando a qualidade da concretagem da laje e na melhoria do processo de  construção da casa.

Como pedir concreto usinado?

Veja este vídeo onde é explicado detalhadamente o que significa cada item que compõe o pedido de concreto usinado e o significado das siglas envolvidos no nome dele.

Problemas com concreto usinado

Um dos problemas mais sérios que pode ocorrer com o uso de concreto usinado é não molhar a laje por pelo menos 5 ou 7 dias após a concretagem. Este tipo de concreto seca muito rápido e isto significa que ele perde muito água, logo molhar de manhã e no começo da noite é muito importante para mantê-lo úmido e evitar as rachaduras que certamente virão se você não molhar.

Dá uma olhada nesse vídeo e veja o que aconteceu com esta laje que não foi molhada. O pedreiro mostra também o que fazer para tentar reverter o problema ou pelo menos para amenizar o problema. Vale a pena dar uma olhada nesta técnica.

Conclusão

Usar concreto usinado torna o processo mais rápido e deixa a concretagem mais uniforme, garantindo uma qualidade melhor. Em termos de custo eu não fiz o cálculo, mas acredito que deve ficar no mesmo preço se você for fazer o concreto, já quem tem de considerar cimento, pedra, areia, mão de obra e outros.

Informações: Casa Dicas